quarta-feira, 23 de junho de 2010

No meu mundo...


Por favor, não tirem de mim os meus sonhos. Deixe-me conhecer por mim mesmo os perigos e males do mundo. Deixe-me ir percorrer os mares e as montanhas. Eu preciso disso para ser feliz.

Quem sabe quando eu estiver bem longe, num lugar esquecido, numa cidadezinha fria e montanhosa eu lhe mande um cartão de lembrança. Não que eu tenha os esquecido, só que eu apenas vou viver a vida que quero do modo que quero.

Se bem quer saber, não me importo com esse sonhos que todos tentam alcançar. Meus sonhos e meus desejos são mais profundos, mais complexos e inatingíveis. A busca pelo conhecimento profundo e expansivo. Entender de tudo um pouco.

Já me é tudo sem graça, como se eu estivesse através de um vidro vendo a vida girar ali fora. As pessoas aos meus olhos são bestas ignorantes que correm pelas ruas a babar e escandalear asneiras espalhafatosas. No estado em que estou, tornei-me um crítico arrogante.

As roupas alheias me são ridículas, as atitudes das pessoas me mostram no que essa população asquerosa se tornou e me corrói saber que sentimentos impuros uns alimentam pelos outros.

Adeus, vou viver na minha terra mágica e fantasiosa, que mesmo que se passe dentro da minha cabeça, tudo será como eu quero. As pessoas serão verdadeiras umas com as outras. Nesta terra a mentira não perdurará. A cultura vai reinar entre as pessoas e as melodias virão do céus. Cada um poderá pensar por si só, sem ter que rastejar pelas ruas como acéfalos. Líderes serão Líderes. Assim mesmo, com letra maiúscula e com seu real significado: liderar a opinião da maioria sem ferir a democracia.

Porém, isso se passa só aqui, dentro de mim. Quem sabe algum dia eu encontre mais pessoas que queiram compartilhar comigo esse mundo fantástico e extraordinário!


Luigi Rajão

2 comentários:

  1. jéssica geni santos rajão23 de junho de 2010 21:21

    Ao ver o texto e a figura lembrei do pequeno princípe e como você é parecido com ele, um grande princípe. Você tem sua peculiaridade para escrever, ora é doce e emotivo, ora é rude e cruel. Você descreve bem os sentimentos.Gosto de ler, você mistura fantasia e a realidade muito bem. Valeu! Milhões de beijos. Sua mãe.

    ResponderExcluir
  2. O mundo real é também imaginário. O mundo imaginário também pode ser real.
    Como queremos escolher este mundo para viver só depende de nós.
    Loucos, autistas,tarados, marginais, corruptos.
    Em cada momento um destes pode surgir.
    Mas, a paz interior, refletirá o homem bom dentro de nós.Este viverá em qualquer mundo. Real ou imaginário.Porém, feliz.

    ResponderExcluir